TELEFONE: (44)3531-3015
Quem Somos
A CIDADE DE PEABIRU:

Com uma área de 469,34 Km², situa-se a noroeste do Estado do Paraná e limita-se ao norte com o município de Engenheiro Beltrão, ao sul com Campo Mourão e Corumbataí do Sul, a leste com Barbosa Ferraz, Fênix e Quinta do Sol e a oeste com Araruna e Terra Boa.
A história de Peabiru está ligada à história do famoso “Caminho de Peabiru”, rota indígena utilizada pelos índios Guarani e Kaingang, entre outros povos nativos, o qual se estendia por mais de 3.000 km da costa de São Vicente ao Rio Paraná, atravessando os Rios Tibagi, Ivaí e Piquiri pelo qual passou a expedição do Capitão mor Afonso Botelho de San Payo e Souza, em 1769.
O desbravamento da região de Peabiru teve início em 1903, quando grande número de colonizadores acompanhados de suas famílias, construíram suas casas, e dedicaram-se à agricultura. No ano de 1945, o Patrimônio de Peabiru contava com grande número de estabelecimentos comerciais, serraria, posto de gasolina, farmácia e já fazia por merecer sua elevação à Distrito Administrativo da Colônia Mourão. Em 1948 foi erguida a Igreja Matriz São João Batista e neste mesmo ano foi instalado o cruzeiro, em 6 de janeiro, pelo pioneiro Cláudio Silveira Pinto em local indicado por Cezinando Ribas.
Peabiru foi elevado a Município autônomo no dia 14 de novembro de 1951 (lei estadual nº 790, de 14-11-1951), desmembrado dos municípios de Foz de Iguaçu e Campo Mourão. Foi elevado à Comarca no dia 14 de dezembro de 1953, tendo como primeiro Juiz de Direito Dr. Jorge Andriguetto.
A população é de aproximadamente 14.000 pessoas, segundo estimativas do IBGE para 2018.

Significado do nome: “Peabiru” vem da língua indígena Tupi-Guarani. Há estudiosos que afirmam que os índios Guarani chamavam o estreito caminho (de aproximadamente 1,40m de largura e 0,40m de profundidade) de “Peabeyú”, cujo significado é “Pe” – Caminho; “Abe” – Antigo; “Yú” – Ida e Volta, portanto, “Caminho de Ida e Volta”.
Poderia ser traduzido ainda, segundo historiadores, como “Caminho Batido”, “Caminho Pisado” ou “Caminho Amassado”. Outra versão seria a de “Peabiru” – “Caminho ao Peru”, uma vez que os povos antigos chamavam aquele país de “Piru”. Entretanto, os significados tradicionalmente aceitos são “Pe” – caminho e “Abiru” – gramado amassado, tendo em vista as características físicas da trilha, ou “Caminho rumo ao sertão”, se levado em conta a crença indígena de que a vereda conduzia ao que eles chamavam de “Iwy Marã'Y”, “Terra – Sem – Males”. A história mostra que para os espanhóis chegarem e criarem a Vila Rica do Espírito Santo, na vizinha Fênix-PR, 60 Km da cidade de Peabiru, no século XVI, eles aproveitaram um caminho já aberto: o Caminho de Peabiru.

Fonte: Site da Prefeitura Municipal de Peabiru e site do IBGE.

SERVIÇOS DE REGISTRO DE IMÓVEIS DE PEABIRU:

O Serviço de Registro de Imóveis de Peabiru encontra-se instalado na cidade desde 9 de julho 1954, promovendo segurança jurídica por meio da qualificação jurídica e registro dos atos negociais realizados em toda a região.
A atual circunscrição abrange as cidades de Peabiru e Araruna, além dos distritos de São Vicente e São Geraldo.
O primeiro ato da serventia foi realizado no dia 13 de julho de 1954 no antigo livro de transcrições.
Desde o início de fevereiro de 2017, a serventia encontra-se em novo endereço, onde pode receber e atender os usuários do serviço com mais conforto e funcionalidade, contando com uma equipe preparada e muito acolhedora.
Buscamos proporcionar um atendimento individualizado e mais próximo dos usuários, porque acreditamos que devemos atender com atenção, simpatia e respeito, como gostaríamos de ser atendidos. Essa atuação prioriza sempre a orientação e o diálogo, com a preocupação de que as partes compreendam exatamente o que deve ser realização e o seu fundamento.
Nossa missão é garantir aos cidadãos segurança jurídica na realização de seus atos jurídicos, contando com o apoio de profissionais qualificados e com as funcionalidades técnicas atuais e necessárias.
Nossa visão é ser reconhecida como uma serventia que cumpre suas finalidades legais e tempestivamente, de forma a satisfazer as necessidades dos usuários, conforme os ditames legais.
Nossos valores são: humanidade, urbanidade e eficiência no atendimento, respeito, ética, confiabilidade, honestidade, responsabilidade.

TITULAR:

Daiane Schwabe Minelli é nascida em Londrina, bacharel em direito pela Universidade Estadual de Londrina, especialista em direito notarial e registral (UNIDERP), em direito civil e processo civil (UCDB) e mestranda em direito negocial na Universidade Estadual de Londrina.
Anteriormente, foi advogada, docente na graduação de Direito da Univale (Ivaiporã) e foi tabeliã de protesto de títulos por 8 (oito) anos em Bandeirantes. Assumiu a serventia de Registro de Imóveis de Peabiru em fevereiro de 2017, em razão de aprovação em concurso público de provas e títulos, que teve início em 2012, promovido pelo Tribunal de Justiça do Estado do Paraná.